sábado, 30 de julho de 2022

Canal Ser ¡Voz! 13 mil inscrições – 4 milhões e meio de visualizações!!!

CANAL YOUTUBE Ser ¡Voz!

_Gláucia Lima*

Criado em 02 de fevereiro de 2012, o canal do YouTube nasce no mesmo dia que o Blog de mesmo nome: Blog Ser ¡Voz! contando hoje com mais de 370 mil visualizações. Canal do YouTube Ser ¡Voz!  chega a 13 mil inscrições e 4 milhões, 577 mil e 782 visualizações.


E, por que “Ser ¡Voz!”?

 _ Conforme sua descrição, que permanece desde sua criação:
“Espaço que abriga, de fato, o Ser em toda Voz. Nosso desejo e sonho: “sonhar o sonho impossível!” Lutamos por vida plena, humanizada e digna, pela Voz da igualdade, por Solidariedade, Fraternidade. Lutamos e defendemos o direito à Arte, ao Amor e o Planeta com toda sua diversidade. Direito a ser igual ou diferente, Compaixão e Ação, essa é a nossa Revolução!”


 O que mudou desde então?

_ Como é a vida, assim são nossos meios de comunicar: acompanhando a dinâmica. E, com o canal não foi diferente. Após o surgimento do InsTI – Instituto Tonny Ítalo (2015) suas atividades se intensificaram nesta temática, em acordo com o seu próprio Estatuto Social se refere já no Art. 1º e também no Art. 15 etc.:  InsTI não tem fonte de renda e, “...sem fins lucrativos, constituída como instituição, destinada a mobilizar, sensibilizar, atuar e ajudar pessoas, famílias e comunidades de forma socialmente responsável, tornando-as copartícipes na construção de uma sociedade justa, saudável e sustentável, não violenta, criando mecanismos para contribuir por uma nova cultura de alegria e paz, através da arte e de práticas holísticas em cumprimento à legislação em vigor.” E, ainda segundo, seu  Estatuto Social, para ser membro do seu  Conselho Deliberativo e Assembleia Geral, este  “deverá basear-se nos seguintes requisitos: compromisso com a causa do INSTITUTO TONNY ÍTALO, preferencialmente com perfil social, cultural, holístico, diversidade de experiências, qualificações e estilos de comportamento, com especial atenção a questões de gênero, princípios de tolerância, apoio às minorias, respeito à diversidade e origem regional.”

               

 Assim, segue o Canal Ser ¡Voz! Conteúdos que se aproximem ao máximo destes propósitos humanitários, fraternos, solidários e, muito e sempre, zelo pelas práticas da justiça social, cultura de respeito às diversidades e às boas relações de gênero com vistas à ampla atividade cultural pra adultos, jovens e crianças, nas áreas da música, literatura etc.  

 

Se é o nosso desejo e sonho: “sonhar o sonho impossível”, pois, que este Espaço siga abrigando, de fato, o Ser em toda Voz!

 Tem mais: Novidades ainda neste semestre marcarão o Canal Ser ¡Voz! com estréia de seu Podcast e sua Rádio Web. Aguardem!!!

- Podcast - conteúdo em áudio, disponibilizado através de um arquivo ou streaming, que conta com a vantagem de ser escutado sob demanda, quando o usuário desejar. Pode ser ouvido em diversos dispositivos, o que ajudou na sua popularização, e costuma abordar um assunto específico para construir uma audiência fiel - broadcasting = radiodifusão

 Canal Ser ¡Voz!   https://youtube.com/c/SerVozGl%C3%A1uciaLima  YouTube

 Blog Ser ¡Voz!   www.glaucialimavoz.blogspot.com.br  Google / ou /

 Blog Ser ¡Voz!    t.co/NDcvjPsBJF    Google 

 Mais detalhes e curiosidades do vídeo abaixo:

“AS DIFICULDADES FINANCEIRAS NÃO SÃO LIMITES PARA SE
         ESTABELECER A CAUSA DO BEM!” Instituto Tonny Ítalo 

InsTI conta com três espaços distintos, entretanto, interligados descritos abaixo: Espaço Justo - conforme ideal de seu mentor; Espaço Cultura: agrega os Espaços Arte; Criação; e, Leitura - também compõe essa estrutura, a Biblioteca Comunitária Poeta Arievaldo Vianna (e a Videoteca da Fabíola) devidamente cadastrada na BECE; e, Espaço Saudável. 

 Por que o nome InsTI – Instituto Tonny Ítalo?

-_Tonny Ítalo Lima Pinheiro, nome completo de meu filho primogênito. Tonny Ítalo foi retirado de nós de forma brutal no início de 2015. Era seu “sonho” (e isso eu já até havia relatado no livro I da trilogia SONHO) criar uma organização não governamental. Era um sonho que meu jovem filho alimentava desde a infância e que estava envidando esforços para realizar. Foi tirado dele e, principalmente de nós, vê-lo por em prática seus projetos sociais, e que, vem sendo concretizado com o apoio de familiares e amig@s. Todo o trabalho do InsTI é voluntário e toda a renda é revertida às obras de construção e consolidação do instituto que leva seu nome. Daí, cedemos o canal de YouTube para seguir com suas propostas culturais e sociais.

InsTI tem seus outros e próprios canais de mídias e contatos eletrônicos e digitais: Blog; e-mail; WhatsApp; Fanpage/Facebook; e, Instagram.

 FanPage - Facebook https://www.facebook.com/institutotonnyitalo.blogspot.com.br/

Instagram https://instagram.com/insti_institutotonnyitalo?utm_medium=copy_link

Blog do InsTI – Instituto Tonny Ítalo http://institutotonnyitalo.blogspot.com.br/

 “Apoiar estas ações é mais que uma atitude solidária, é uma demonstração de comprometimento social.” InsTI

Por isso a campanha segue:
Ajude o InsTI a Ajudar!
Chave PIX - CNPJ: 23.866.308/0001-10

_Dados Bancários:
Banco do Brasil - (BB 001)
Agência: 1218-1
C/C - 61273-1

_
 _Gláucia Lima* – escritora: sou ali da Recreação, entre Mombaça, Fortaleza e Itaitinga. Presidente do InsTI – Instituto Tonny Ítalo, sou editora do Canal e do Blog Ser ¡Voz! – mãe do João, da Gláucia Maria e do Tonny Ítalo.    



domingo, 12 de dezembro de 2021

CHICO JÁ FOI UM GENEROSO PATRÃO DE LULA - por Oswaldo Coimbra

Chico sempre do lado certo! #LulaSempre Confira revelação sensacional, por Fernando Morais no Livro LULA, Biografia.

CHICO JÁ FOI UM GENEROSO PATRÃO DE LULA

A revelação surgiu no meio às dezenas de horas de entrevistas com Lula, gravadas por Fernando Morais, durante sua longa preparação (uma década) para escrever “Lula, biografia”. Ele a comprova, no seu livro, mostrando a existência da Serralheria Doze de Maio, à página 375. Nela, pode ser visto o registro, em Carteira de Trabalho, do encerramento do contrato de um operário da serralheria, no dia 30 de junho de 1989.

Fernando explica assim o fato desconhecido:
Em 1980, os metalúrgicos de São Bernardo, desafiaram a Ditadura Militar, promovendo uma poderosa greve. Em represália, sofreram intervenção no sindicato deles. Todos os 11 membros da diretoria sofreram cassação de mandato. E foram mantidos presos por 30 dias.
No período, para agravar ainda mais a situação deles, as empresas onde trabalhavam, como vingança pela greve, alegaram que eles tinham abandonado seus empregos. E os demitiram por justa causa.
Assim, sem direito às indenizações e desempregados, eles também foram automaticamente excluídos do sindicato que comandavam antes, porque, não eram mais metalúrgicos de São Bernardo.
Então, surgiu a ideia de criarem a serralheria para que ela os contratassem. Mas, não tinham um centavo para a compra de equipamentos e materiais. Por isto, apelaram para a solidariedade do Sindicato dos Metalúrgicos da Suécia, obtendo, desta maneira, a metade do necessário. “A outra metade saiu do bolso de Chico Buarque”, escreve Fernando Morais.

Lula havia presidido o sindicato e fora privado da indenização dos seus 14 anos de trabalho na Villares Metais. Logo, se tornou empregado da serralheria, com registro em carteira. Junto com seus 10 companheiros, entre os quais: Djalma Bom, Devanir Ribeiro, Gilson Menezes, Enilson Simões de Moura (Alemão), José Maria de Almeida, Expedito Soares, e, Rubens de Arruda. Que, no futuro, se tornaram, respectivamente: vice-prefeito de São Bernardo, deputado federal, prefeito de Diadema, presidente da Social Democracia Sindical (SDS), dirigente do Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU), advogado do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, e vice-presidente do mesmo sindicato.

As dificuldades eram muitas. Mas não impediram Lula de brincar com Chico. Conta Fernando Morais: “Quando a doação de Chico caiu na conta bancária da serralheria, Lula telefonou ao artista para agradecer. E anunciou a nova condição do músico: - Chico, agora você é patrão. É industrial. Já pode ser candidato à presidência da FIESP.

 Ao longo de 41 anos, ninguém soube desta ajuda em dinheiro dada por Chico. E alguém jamais saberia, se dependesse dele próprio. Porque, discreto ao extremo, Chico é incapaz de propagar um ato seu altruísta assim. Post no grupo do Facebook, Chico Buarque, por Oswaldo Coimbra:

conforme link → ↓
https://m.facebook.com/groups/807466692713116/permalink/4326926900767060/?sfnsn=wiwspwa

                 (Ilustração: o “industrial” e o metalúrgico confraternizam)


sábado, 28 de março de 2020

Primavera de Março 2020 e o COVID-19


_por Gláucia Lima*
“Estamos todos no mesmo barco e
só avançaremos juntos”.
-"Não ouvimos o grito dos pobres e do nosso planeta gravemente enfermo. "Avançamos, destemidos, pensando que continuaríamos sempre saudáveis num mundo doente. Agora nós, sentindo-nos em mar agitado, imploramos-Te: 'Acorda, Senhor!' - «Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?» (4, 40)..." Homilia Papa Francisco
       
       
             ESCLARECIMENTO
Chegamos sábado passado de viagem, com a Graça de Deus🙏🏽 
Estamos de quarentena, confinados, isolados conforme recomendação.
Não apresentamos nenhum sintoma, estamos bem de saúde. Porém, somos parte de um grupo de risco (viagem ao exterior) e guardamos o devido distanciamento social por prudência e orientação da OMS 😥 para não incorremos na possibilidade de, de forma assintomática (e irresponsável) sermos "transmissores". É por mim, por vc, por todo o planeta. 🤝🏼
Já em Paris, e depois em Lisboa, mantivemo-nos guardando diretrizes de segurança de acordo com cada país...
Exames ñ fiz por ñ apresentar nenhum sintoma do quatro virótico q justifique temerosa exposição...
Já o meu filho, fez. João é médico e precisa voltar logo a ajudar os colegas na área de saúde. Fico um pouco apreensiva, o q é normal a uma mãe neste momento de pandemia.
Porém, ao mesmo tempo, grata a Deus por meu filho poder ajudar a humanidade em meio a tão grave risco q é o COVID-19 e, principalmente, aos mais necessitados no interior do Estado.

Bênçãos de Luz 📿

PS: Gláucia Maria (Glaucinha), minha filha, cuidou de nosso retorno ao apartamento sem táxi e, ela, deixou nossa residência somente para os "viajores."
Gratidão, Paz e Bem 💜
Estamos Juntxs contra o COVID-19 –
ah, #FiqueEmCasa use máscara, álcool gel e lave as mãos com água e sabão 
Deus Pai-Mãe no comando. Amém 

Gláucia Lima* -
_Vídeo que disponho do canal ¡Ser Voz! traz meu carinho a Portugal e a brasileiros em terras "lusitanas" que nos receberam com solidariedade e generosidade

domingo, 16 de fevereiro de 2020

PAPA FRANCISCO PROPÕE NOVA ECONOMIA E MENOS PRECONCEITO - Frei Betto*

“Não há razão para haver tanta miséria. Precisamos construir novos caminhos” Papa Francisco
"Temos que viver num mundo de mais tolerância."


1) Pôr a economia a serviço dos povos; 2) Construir a paz e a justiça; 

3) Defender a Mãe Terra. 

De 26 a 28 de março (2020), Assis, a cidade italiana de São Francisco, receberá mais de 2 mil economistas e empreendedores de 115 países, todos com menos de 35 anos, para participar do encontro “A economia de Francisco”, evento convocado pelo papa. O Brasil se fará representar por 30 participantes.
         A agenda prevê debates sobre trabalho e cuidado; gestão e dom; finança e humanidade; agricultura e justiça; energia e pobreza; lucro e vocação; políticas para a felicidade; desigualdade social; negócios e paz; economia e mulher; empresas em transição; vida e estilos de vida; e economia solidária.
          “Não há razão para haver tanta miséria. Precisamos construir novos caminhos”, declarou Francisco ao convocar o evento. Ele propõe uma economia “que faz viver e não mata, inclui e não exclui, humaniza e não desumaniza, cuida da Criação e não a depreda.” E afirma a necessidade de “corrigir os modelos de crescimento incapazes de garantir o respeito ao meio ambiente, o acolhimento da vida, o cuidado da família, a equidade social, a dignidade dos trabalhadores e os direitos das futuras gerações.”
         Para assessorar o encontro, o papa convidou Jeffrey Sachs, Joseph Stiglitz, Amartya Sen, Vandana Shiva, Muhammad Yunus e Kate Raworth.
       Os temas da desigualdade social e da devastação ambiental ocuparão o centro das atenções. Segundo o economista Ladislau Dowbor, no atual estágio do capitalismo “não há nenhuma razão para haver miséria no planeta. Se dividirmos os 85 trilhões de dólares que temos de PIB mundial pela população, isso equivale a 15 mil reais por mês, por família de quatro pessoas. Isso é amplamente suficiente para todos viverem de maneira digna e confortável.”
       Hoje, segundo a FAO, 851 milhões de pessoas passam fome. A população mundial é de 7,6 bilhões de pessoas, e o planeta produz alimentos suficientes para 11 bilhões de bocas. Portanto, não há falta de recursos, há falta de justiça. Como não há falta de dinheiro, e sim de partilha. Os paraísos fiscais, verdadeiras cavernas de Ali Babás, guardam 20 trilhões de dólares, 200 vezes mais do que os US$ 100 bilhões que a Conferência de Paris estabeleceu para tentar deter a desastre ambiental. 
       No neoliberalismo, o capitalismo adquiriu nova face. Deslocou-se da produção para a especulação. As fabulosas fortunas estocadas nos bancos favorecem prioritariamente os especuladores, e não os produtores. Em suas obras, Piketty demonstra que produzir gera empregos e resulta no crescimento de bens e serviços na ordem de 2% a 2,5% ao ano. Porém, quem aplica no mercado financeiro obtém um rendimento de 7% a 9% ao ano. 
         O agravante é que o capital improdutivo quase não paga imposto. E a desigualdade de renda tende a crescer, pois, hoje, 1% da população mundial detém em mãos mais riqueza que os 99% restantes. A soma das riquezas de apenas 26 famílias supera a soma da riqueza de 3,8 bilhões de pessoas, metade da população mundial. E, no Brasil, apenas seis famílias acumulam mais riqueza do que 105 milhões de brasileiros – quase metade de nossa população – que se encontram na base da pirâmide social. 
         Segundo a revista Forbes, 206 bilionários brasileiros aumentaram suas fortunas em 230 bilhões de reais em 2019, enquanto a economia ficou praticamente estagnada. Enquanto isso, aos mais pobres cabem os R$ 30 bilhões do programa Bolsa Família. 
         Portanto, como assinala Dowbor, não é o Bolsa Família e a aposentadoria dos velhinhos que prejudicam a economia, e sim a acumulação de riquezas em mãos de grandes grupos privados que não produzem, são meros especuladores financeiros. Essas famílias tinham uma fortuna, em 2012, de R$ 346 bilhões. Em 2019, subiu para 1 trilhão e 206 bilhões de reais. Como em nosso país lucros e dividendos são isentos de tributação, esses bilionários não pagam impostos.
O objetivo do papa Francisco é que vigore no mundo uma economia socialmente justa, economicamente viável, ambientalmente sustentável e eticamente responsável. 

Papa Francisco, defende todos os povos, ignorando preconceitos.
O Papa tem uma opção pelos marginalizados, pelos excluídos", diz Frei Betto e que Papa Francisco é ʹmaior estadista do mundoʹ: ʹContrapõe o imbecil do Trumpʹ (presidente dos EUA)


A intolerância religiosa é "um fenômeno histórico", lamentou o Frei Betto em entrevista à Rádio Metrópole, na manhã desta sexta-feira (19/01/2018). Ele participa de um encontro, intitulado “A Luta Contra a Intolerância Religiosa e a Arte da Convivência entre os Diferentes”, no próximo domingo (21), no Teatro Castro Alves, em Salvador.
Ele criticou as pessoas que "tentam demonizar" religiões como o candomblé. "Jesus fez o bem sem olhar a quem. Uma pessoa discriminar as outras por praticar outra fé é um crime. Nem sempre a pessoa, a raça, uma religião, abraça seus valores. As vezes elas usam essa religião para oprimir e isso não faz sentido", declarou.
"Temos que viver num mundo de mais tolerância. Na família existem pessoas com pensamentos diferentes para que encontremos um mundo de paz. Esse mundo não é aquele que eu vou impor a minha fé", defendeu.
Na ocasião, ele citou a representatividade do Papa Francisco, que defende todos os povos, ignorando preconceitos. "Hoje o Papa Francisco é o maior estadista do mundo, fazendo contraponto com esse imbecil do Donald Trump [presidente dos Estados Unidos]. O papa tem uma opção pelos marginalizados, pelos excluídos", afirmou.




*Frei Betto é escritor, autor de “Por uma educação crítica e participativa” (Rocco), de “O que a vida me ensinou” (Saraiva), entre outros livros.

“a corrupção, a soberba, o exibicionismo dos dirigentes aumentam a descrença coletiva, a sensação de desamparo e retroalimenta o mecanismo do medo que sustenta esse sistema iníquo.”



O papa Francisco encerrou, no último dia 5 de novembro (2016), no Vaticano, o III Encontro Mundial de Movimentos Populares, que reuniu mais de 200 representantes de 60 países. “Neste encontro expressamos a mesma sede de justiça e o mesmo clamor: terra, teto e trabalho para todos”, frisou o pontífice.
Francisco recordou que, por ocasião de sua visita à Bolívia (julho de 2015), “falamos da necessidade de uma mudança para que a vida seja digna, uma mudança de estruturas; também de como vocês, os movimentos populares, são semeadores de mudança, promotores de um processo no qual confluem milhões de grandes e pequenas ações, encadeadas criativamente, como em uma poesia. Por isso os qualifiquei de ‘poetas sociais’. E apontamos algumas tarefas imprescindíveis rumo a uma alternativa humana frente à globalização da indiferença: 1) Pôr a economia a serviço dos povos; 2) Construir a paz e a justiça; 3) Defender a Mãe Terra.”
Francisco ressaltou que “o colonialismo ideológico globalizante procura impor receitas supraculturais que não respeitam a identidade dos povos. Vocês assumem outro caminho que é, ao mesmo tempo, local e universal. Um caminho que me recorda Jesus ao pedir que a multidão se organizasse em grupos de cinquenta para repartir o pão.”
O papa enfatizou o que ele entende por terrorismo: “Quem então governa? O dinheiro. Como governa? Com a chibata do medo, da iniquidade, da violência econômica, social, cultural e militar, que engendra mais e mais violência numa espiral que parece não ter fim. (…) Há um terrorismo de base que emana do controle global do dinheiro sobre a Terra e atenta contra toda a humanidade. Desse terrorismo básico se alimentam os terrorismos derivados, como o narcoterrorismo, o terrorismo de Estado, e o que equivocadamente alguns chamam de terrorismo étnico ou religioso. Ora, nenhum povo, nenhuma religião é terrorista. Sim, há por toda parte pequenos grupos fundamentalistas. Mas o terrorismo começa quando se descarta a maravilha da Criação, o homem e a mulher, e se coloca no lugar o dinheiro.”
Sobre a tendência global de se abrir mão da liberdade em troca de segurança, Francisco acentuou que “o medo, além de ser um bom negócio para os mercadores de armas e da morte, nos debilita, desequilibra, destrói nossas defesas psicológicas e espirituais, nos anestesia frente ao sofrimento alheio e, por fim, nos torna cruéis.”(…) “Por isso Jesus nos disse: ‘Não tenham medo’ (Mateus 14, 27), pois a misericórdia é o melhor antídoto contra o medo. É muito melhor que os antidepressivos e os ansiolíticos.”
Ao abordar o desemprego, o papa valorizou as iniciativas populares, assinalando que “quando vocês, os pobres organizados, inventam seu próprio trabalho, criam uma cooperativa, recuperam uma fábrica falida, reciclam o material descartado pela sociedade de consumo, enfrentam as inclemências do tempo para vender em uma praça, exigem um pedaço de terra para cultivar e alimentar os famintos, quando fazem isso imitam Jesus, porque procuram sanar, ainda que precariamente, esta atrofia do sistema socioeconômico imperante que é o desemprego.”
Sobre o drama dos refugiados que buscam a Europa, indagou o pontífice: “O que acontece no mundo de hoje que, quando ocorre a quebra de um banco, imediatamente aparecem somas escandalosas para salvá-lo, mas quando se produz essa bancarrota da humanidade não há quase nem a milésima parte para salvar esses irmãos que tanto sofrem? E assim o Mediterrâneo se converteu em um cemitério, e não apenas o Mediterrâneo… tantos cemitérios juntos aos muros manchados de sangue inocente!”
Ao final de sua saudação aos líderes dos movimentos populares, Francisco alertou que “a corrupção, a soberba, o exibicionismo dos dirigentes aumentam a descrença coletiva, a sensação de desamparo e retroalimenta o mecanismo do medo que sustenta esse sistema iníquo.”
 Frei Betto, Leonardo Boff e Mario Sergio Cortella

_Fontes diversas.

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

DEMOCRACIA EM VERTIGEM - PETRA COSTA - OSCAR


DEMOCRACIA EM VERTIGEM – Filme de Petra Costa indicado ao Oscar de melhor documentário 2020.
O Filme

Você sabe que filme é esse?
O filme Democracia em Vertigem é uma produção original da 
Netflix, que estreou mundialmente no dia 19 de junho de 2019.
O filme foi bem recebido pela crítica internacional. "Um documentário absolutamente vital", escreveu o The New York Times; “Um documentário vasto e petrificante", elogiou a Variety. Segundo o ScreenDaily, o filme é "um thriller político ao estilo de Todos os Homens do Presidente (...) com um toque de O Poderoso Chefão.  Para a NBC News, o documentário revela "incrível acesso aos bastidores da política". "As imagens são de cair o queixo”, comentou o site Firstshowing.net. Para a POV Magazine, trata-se de “um documentário como nenhum outro, um trabalho íntimo e grandioso”.

A diretora

Você sabe quem é PETRA COSTA?
Cineasta, esta brasileira nascida em 1983 é
membro da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Filha de Manoel Costa e da jornalista e socióloga Marília Andrade (Li An). ... Nos anos 1970, seus pais foram militantes de esquerda, ligados ao (PCdoB) e, especialmente, a Pedro Pomar (1913–1976), a quem homenagearam dando o nome de Petra à sua filha.
Em uma das primeiras exibições do filme Olmo e A Gaivota no Brasil, Petra Costa defendeu autonomia das mulheres sobre seu corpo e a descriminalização do aborto, o que teve uma grande repercussão. Para dialogar com as críticas recebidas, Petra criou a campanha"Meu Corpo, Minhas Regras”.
Seu trabalho que concorre ao Oscar 2020 teve início na cobertura das manifestações a favor e contra o impeachment da presidente Dilma Roussef em 2016 – o Golpe jurídico, parlamentar e midiático que retirou a primeira mulher eleita democraticamente sem crime de responsabilidade, e resultou no longa-metragem Democracia em Vertigem. O documentário combina o pessoal e o político para explorar um dos momentos mais dramáticos e turbulentos da História do Brasil. Com amplo acesso aos presidentes Lula e Dilma, a diretora também revisitou a complexa trajetória de sua família para tentar compreender a Luta de Classes no país.

Qualquer dúvida segue o link: *Petra Costa* –
Wikipédia, a enciclopédia livre

https://pt.wikipedia.org/wiki/Petra_Costa

A estatueta
Você sabe o que é o OSCAR?
Oscar: você quer saber o que é e como surgiu?
Oficialmente chamado de Prêmios da Academia - The Academy Awards ou The Oscars, cerimônia de premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos da América do Norte.

primeira apresentação dos Prêmios da Academia foi realizada em 16 de maio de 1929, em  Hollywood. No Brasil, a primeira transmissão do evento ocorreu em 1970, quando a TV Tupi exibiu, ao vivo e via satélite, para várias porções do país (através da Rede de Emissoras Associadas).
O Oscar em si é uma pequena estatueta de 35 cm de altura pesando quase quatro quilogramas, feita de estanho folheado a ouro de catorze quilates, em forma de um cavaleiro sobre um pedestal no formato de um rolo de filme, com uma espada de cruzado atravessada verticalmente ao peito. Seu valor real é cerca de 500 dólares, mas seu valor simbólico é incomensurável, pelo prestígio profissional e popular que concede ao premiado e pelo faturamento que pode dar a um filme.
Mais informações é só seguir o link: *Óscar*
Wikipédia, a enciclopédia livre

https://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%93scar
O Bolg 

Pra conhecer o Ser ¡Voz! – segue o link:
http://glaucialimavoz.blogspot.com/

Gláucia Lima – Escritora, editora do Blog: Ser ¡Voz!  https://t.co/NDcvjPsBJF
Presidente do InsTI – Instituto Tonny Ítalo  http://www.institutotonnyitalo.blogspot.com.br/
Coordenadora do FMFi – Fórum de Mulheres no Fisco   http://forumdemulheresnofisco.blogspot.com.br/
Vice-presidenta da Casa da Amizade Brasil/Cuba - CE  https://amizadebrasilcuba.blogspot.com/