sábado, 22 de dezembro de 2012

Charles Chaplin

«A humanidade não se divide em heróis e tiranos. As suas paixões, boas e más, foram-lhe dadas pela sociedade, não pela natureza.» Charles Chaplin
Gláucia Lima 
       Charles Spencer Chaplin, mais conhecido como Charlie Chaplin, foi ator, diretor, produtor, humorista, empresário, escritor, comediante, dançarino, roteirista e músico britânico. Faleceu em Vevey, no Natal, dia 25 de dezembro de 1977, em Vevey.


   Este gigante da arte tinha apenas 1,65 de altura...

Charles Chaplin nascido em Londres, sua infância foi extremamente pobre, os pais se separaram antes de ele ter três anos. Morou por pouco tempo com o pai e depois que a mãe Hannah foi para um hospício, e o pai morreu, a madrasta dele e de seu ‘meio-irmão’ os mandou para uma escola integral. (A cena do filme “The kid” que o menino está correndo e está sendo pego faz parte desta época de sua vida).
Chaplin cresceu e seu irmão conversou com um dono de um teatro para que Chaplin fosse trabalhar lá, já que ele tinha muito talento para aquilo. Chaplin apareceu e fez o dono dar muitas gargalhadas, o que resultou em seu emprego. Passado alguns anos, Chaplin foi convidado para fazer um filme nos EUA, ele nunca tinha assistido um filme antes, e se apaixonou pela arte. Conseguiu o emprego como ator no filme e foi aí que começou a sua carreira, já no segundo filme como o “vagabundo”. Porém, já no final da sua carreira ele foi chamado de comunista e quando saiu dos EUA foi proibido de voltar. Ele então viveu os últimos dos seus anos na Suíça, voltou para os EUA só uma vez para receber um Oscar especial. 

●•٠·˙ Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos mais de humildade
Que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
Que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e 
Tudo se perderá. ●•٠·˙    Charles Chaplin

"Aos que me podem ouvir eu digo: `Não desespereis!' A desgraça que tem caído sobre nós não é mais do que o produto da cobiça em agonia, da amargura dos homens que temem o avanço humano..."

Chaplin era um artista atento aos problemas sociais.
Reproduzimos aqui sua última fala (texto e vídeo dublado) no filme “O Grande Ditador”:

 “Estamos indo para um novo mundo; um mundo mais feliz, onde os homens vencerão a ganância, o ódio e a brutalidade

O Último Discurso 

“Desculpa-me, mas eu não quero ser um imperador (ou ditador), isso não é da minha conta, eu não quero mandar ou conquistar ninguém. Eu gostaria de ajudar todo mundo se possível; judeu, pobre, negro, branco. Queremos todos ajudar-nos uns aos outros. Os seres humanos são assim. Queremos viver a felicidade dos outros e não a sua infelicidade. Não queremos odiar nem desprezar ninguém. Neste mundo há lugar para toda a gente. E a boa terra é rica e pode prover às necessidades de todos.
O caminho da vida pode ser livre e belo, mas desviámo-nos do caminho. A cupidez envenenou a alma humana, ergueu no mundo barreiras de ódio, fez-nos marchar a passo de ganso para a desgraça e a carnificina. Descobrimos a velocidade, mas prendemo-nos demasiado a ela. A máquina que produz a abundância empobreceu-nos. A nossa ciência tornou-nos cínicos; a nossa inteligência, cruéis e impiedosos. Pensamos de mais e sentimos de menos. Precisamos mais de humanidade que de máquinas. Se temos necessidade de inteligência, temos ainda mais necessidade de bondade e doçura. Sem estas qualidades, a vida será violenta e tudo estará perdido.O avião e a rádio aproximaram-nos. A própria natureza destes inventos é um apelo à fraternidade universal, à união de todos. Neste momento, a minha voz alcança milhões de pessoas através do mundo, milhões de homens sem esperança, de mulheres, de crianças, vítimas dum sistema que leva os homens a torturar e a prender pessoas inocentes. Àqueles que podem ouvir-me, digo: Não desesperem. A desgraça que nos oprime não provém senão da cupidez, do azedume dos homens que têm receio de ver a humanidade progredir. O ódio dos homens há-de passar, e os ditadores morrem, e o poder que tiraram ao povo, o povo retomá-lo-à. Enquanto os homens morrerem, a liberdade nunca perecerá. Soldados! Não se dêem para brutos, homens que te desprezam, que te fazem de escravos, que mandam nas suas vidas, te dizem o que fazer, o que pensar e o que sentir ! Que te furam, te emagrecem, te tratam como gado, te usam como canhões. Não se dêem para esses homens artificiais – homens máquinas com cabeça e coração de máquina! Vocês não são máquinas, não são gado, são homens! Vocês tem o amor da humanidade nos seus corações! Vocês não odeiam! Apenas os não-amados odeiam; Os não amados e superficiais.Soldados! Não lutem para a escravidão! Lute pela liberdade! No décimo quarto capítulo de Lucas, está escrito que o reino de Deus está no homem, não num homem, ou grupo de homens, mas em todos! Em vocês! Vocês, o povo, tem o poder, o poder de criar máquinas, o poder de criar felicidade! Vocês, o povo, tem o poder de fazer essa vida livre e linda, de fazer essa vida uma aventura maravilhosa. Então pela democracia, vamos usar esse poder. Vamos nos unir. Vamos lutar pelo um mundo melhor, um mundo decente que dará ao homem uma chance de trabalhar, que dará aos jovens um futuro e aos velhos segurança. Por promessas assim, brutos entraram no poder. Mas eles mentiram ! Eles não cumprem essas promessas. Eles nunca irão ! Ditadores se libertam mas escravizam o povo. Agora vamos lutar para cumprir essa promeça. Lutaremos para libertar o mundo! Para acabar com barreiras nacionais! Acabar com a ganância, com o ódio e intolerância! Lutaremos para um mundo de razão, um mundo onde a ciência e progresso nos levará para a felicidade do homem.Soldados, em nome da democracia, vamos todos nos unir ! Hannah, você consegue me escutar ? Aonde você estiver, olhe para cima, Hannah ! As nuvens estão se abrindo! O sol brilhando! Nós estamos saindo da escuridão para a luz! Nós estamos indo para um novo mundo; um mundo mais gentil, onde o homem subirá acima de seu ódio, ganância, e brutalidade. Olhe para cima, Hannah! Para a alma do homem foi dado asas e finalmente ele está começando a voar. Ele está voando para o arco-íris! Para a luz da esperança, para o futuro! O futuro glorioso que te pertence, me pertence e pertence a todos nós. Olhe para cima Hannah, olhe para
cima!“ 
Partes do filme a que me refiro:
O Grande Ditador - dublado em português (parte I)

Discurso de Chaplin, dublado em português (parte II)

«Creio no riso e nas lágrimas como antídotos contra o ódio e o terror.»


♪♫ Smile*- de Charles Chaplin com Michael Jackson e Djavan♫♪

Ser¡Voz! SORRIR, SÓ RIR... ♪
http://glaucialimavoz.blogspot.com.br/2012/03/sorrir-so-rir.html


Seus filmes mais conhecidos:

Curtas:·         Carlitos repórter (1914)·         Idílio desfeito (1914)·         O vagabundo (1915)·         Casa de penhores (1916)·         Carlitos guarda-noturno (1917)·         O imigrante (1917)·         Vida de cachorro (1918)·         Ombro, armas! (1918)·         Idílio campestre (1919)·         Dia de prazer (1919)Longas:·  O garoto(1921)·  Os ociosos (1921)·  Dia de pagamento (1922)·  Pastor de almas (1923)·  Casamento ou luxo? (1923)·  (1925)·  O circo(1928)·  Luzes da cidade(1931)·  Tempos modernos(1936)·  O grande ditador(1941)·  Monsieur Verdoux(1947)·  Luzes da ribalta(1952)·  Um rei em Nova York(1957)·  A condessa de Hong Kong(1966)

Nascido em 16 de abril de 1889 e Falecido em 25 de dezembro de 1977 (Natal)
Charles Spencer Chaplin, KBE, mais conhecido como Charlie Chaplin, foi ator, diretor, produtor, humorista, empresário, escritor, comediante, dançarino, roteirista e músico britânico.

Charlie Chaplin - Natal tbm é um bom dia para lembrar suas  3 declarações :
(1) Nada é permanente neste mundo, nem mesmo os nossos problemas.
(2) Eu gosto de andar na chuva, porque ninguém pode ver as minhas lágrimas.
(3) O dia mais desperdiçado na vida é o dia em que nós não sorrimos !
😊 siga sorrindo e passe esta mensagem a todos a quem você gostaria de ver sorrindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário