segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Bárbara de Alencar - 1ª Mulher Revolucionária e 1ª prisioneira política do Brasil

Bárbara Pereira de Alencar foi uma revolucionária da Revolução Pernambucana de 1817 e da Confederação do Equador. Mãe de José Martiniano Pereira de Alencar, Tristão Gonçalves e Carlos José dos Santos também revolucionários. Avó do escritor José de Alencar.
A heroína nasceu na Fazenda Caiçara, propriedade de seu avô, Leonel Alencar Rego. Adolescente, Bárbara mudou-se para a Vila Real do Crato e casou-se com o comerciante português José Gonçalves dos Santos.
Bárbara de Alencar esteve presa numa das celas da Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção e foi considerada, localmente, a primeira prisioneira política do Brasil.
Ela morreu em 1832, após peregrinações, devido às perseguições políticas na cidade piauiense de Fronteiras, e foi enterrada em Campos Sales, no Cariri Oeste.
Em maio de 1817, o diácono Martiniano de Alencar, após a missa, proclamou a independência e a República do Brasil, na porta de Igreja de Nossa Senhora da Penha, cinco anos antes de Dom Pedro e 72 anos antes do Marechal Deodoro da Fonseca.
Morreu depois de várias peregrinações em fuga da perseguição política em 1832 na cidade piauiense de Fronteiras, mas foi sepultada em Campos Sales, no Ceará. Seu túmulo está em processo de tombamento.
em 2012 fez 180 anos da morte dela teve o seu reconhecimento oficial como "heroína". Bárbara de Alencar recebeu título de Cidadã Cratense "in memoriam".
*11/02/1760 - †18/08/1832
Bárbara de Alencar (1/2) - De Lá Pra Cá - 29/08/10

http://www.youtube.com/watch?v=Q0Ai1yLHeQQ
Bárbara de Alencar (2/2) - De Lá Pra Cá - 29/08/10
http://www.youtube.com/watch?v=T5DVAT0ecKg

Participam do programa o escritor Gilmar Chaves, professor e doutor em História Denis Bernardes, o procurador geral do Estado de Pernambuco Tadeu de Alencar e o compositor Ednardo, com a bela composição: Passeio Público.

Passeio Público
Música e Letra de Ednardo sobre Bárbara de Alencar a heroína da Confederação do Equador. Este movimento político revolucionário com caráter de emancipação republicana contra a monarquia de D. Pedro I, aconteceu em vários estados nordestinos entre os quais Ceará, Pernambuco, Paraíba, Piauí, Bahia, por volta de 1817 a 1824.

Vídeo produzido com imagens da rede mundial de computadores, bem como música e pesquisas ali efetuadas. A finalidade: além de dar conhecimento ao público desta bela melodia do compositor cearense Ednardo, é a de resgatar um pouco da nossa história, não só ‘alencarina’ mas também nacional.
Passeio Público À Bárbara de Alencar


Passeio Público
Hoje ao passar pelos lados
Das brancas paredes, paredes do forte
Escuto ganidos, ganidos, ganidos, ganidos
Ganidos de morte
Vindos daquela janela
É Bárbara, tenho certeza
É Bárbara, sei que é ela
Que de dentro da fortaleza
Por seus filhos e irmãos
Joga gemidos, gemidos no ar
Que sonhos tão loucos, tão loucos, tão loucos
Tão loucos foi Bárbara sonhar
Se deixe ficar por instantes
Na sombra desse baobá
Que virão fantasmas errantes
De sonhos eternos falar
Amigo que desces a rua
Não te assustes, não passes distante
Procura entender, entender
Entender o segredo
Desse peito sangrante

2 comentários:

  1. Olá Gláucia, tudo bem?
    Sou Clóvis, tenho 24 anos e estou concluindo minha graduação em Publicidade e Propaganda na Faculdade 7 de Setembro, em Fortaleza. Como parte integrante dos processos que envolvem a conclusão dos cursos de graduação, estou escrevendo meu TCC (monografia) durante esse semestre e devo entregá-lo logo mais em Dezembro desse ano. Bom, até aqui você deve estar se perguntando "O que eu tenho a ver com isso?" - calma que eu já explicarei. (:
    A partir da orientação de uma das minhas professoras preferidas da faculdade, desenvolvi meu projeto de pesquisa e até então venho escrevendo meu TCC direcionados ao mito e à tamanha importância que foi Bárbara de Alencar para a história cearense.
    Hoje pela manhã, tendo certa dificuldade em avançar com meu segundo capítulo (cujo qual converso com o leitor sobre a biografia da família Alencar e de Bárbara como objeto central), descobri com muita alegria o vídeo "Ednardo - Passeio Público - homenagem - À Bárbara de Alencar" publicado por você no Youtube no dia 28/10/2013. A partir daí descobri seu blog e conheci seu trabalho - e não posso negar que fiquei maravilhado.

    Eu enviei essa mesma mensagem, mais detalhada, é claro, para o seu perfil no Facebook, mas infelizmente ela caiu na caixa de "Outras mensagens" e pode ser que você não a veja. Estou contando que você veja aqui e possa dar uma olhada nas suas mensagens lá, logo depois, para entender o assunto mais detalhadamente. (:

    Agradeço muito sua atenção e parabenizo pelo seu trabalho.
    Um grande abraço.

    Clóvis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clóvis,
      Obrigada duas vezes. explico:
      1º pelo reconhecimento do meu 'trabalho', falo enquanto escritora, blogueira e apreciadora de arte e cultura.
      2º, q foi depois de seu comentário no blog (o qual fui notificada pelo e-mail), q descobri a existência deste 'outras mensagens' e a caixa está lotada de coisas e, muitas, bastante antigas.
      atualmente tenho desenvolvido pesquisa no campo das atuações femininas, impulsionada pela criação do FMFi - Fórum de Mulheres no Fisco. idealizado por mim, fico assim com responsabilidade sobre destaques (tbm em Redes Sociais) a cerca das Mulheres.
      pois bem: no próprio corpo do blog sobre Bárbara de Alencar, constam dois vídeos:
      Bárbara de Alencar (1/2) - De Lá Pra Cá - 29/08/10 e Bárbara de Alencar (2/2) - De Lá Pra Cá - 29/08/10
      no mais, verei onde possa dar mais informações, certo?
      Obrigada, abraços e boa sorte!

      Gláucia

      Excluir